Agroeste Sementes, Híbridos e variedades de Soja, Sorgo e Milho
Uma parceria única. Simples assim.

Tratamento de Sementes Industrial Agroeste

Tratamento de Sementes Industrial Agroeste

O tratamento de sementes desempenha um papel fundamental para o sucesso da emergência de plântulas de maneira uniforme em condições normais ou adversas.

O uso de tratamento de sementes é feito para proteger as sementes, no início do desenvolvimento da cultura, de doenças e pragas que afetam a emergência das plântulas e o seu desenvolvimento inicial.

Segundo pesquisas de mercado, o percevejo é hoje uma das pragas que mais atacam as lavouras de milho no Brasil. O impacto dos danos causados pelos percevejos no início do desenvolvimento da cultura do milho influencia diretamente a produtividade, pois pode gerar danos parciais ou até mesmo matar a plântula.

A explicação para o aumento da praga tem relação com a prática do plantio de milho safrinha seguido da colheita de soja, onde o percevejo é uma praga primária. Ao plantar a safrinha, a população de percevejos já está numerosa e adulta, causando grande pressão sobre as plântulas.

Nos últimos anos, o mesmo cenário também tem sido observado em regiões tradicionais no cultivo do milho no verão. Essas áreas recebem forte ataque de percevejos oriundos de lavouras de inverno em final de ciclo – como trigo, aveia e cevada – e também de áreas de pousio e mesmo de lavouras de feijão.

Para o efetivo controle de percevejos é necessário combinar as técnicas de manejo deste inseto com o tratamento de sementes.

O monitoramento e o controle de percevejos devem ser feitos antes do plantio do milho, adicionalmente ao uso de Tratamento de Sementes, com objetivo de reduzir a população inicial da praga.

Após o plantio da lavoura de milho é importante fazer o controle adicional, se necessário, logo nos primeiros dias da emergência das plântulas. A tomada de decisão de controle adicional com pulverizações, além do uso de Tratamento de Sementes, deve ser feita baseada no histórico de ocorrência do inseto e no monitoramento pouco antes da semeadura do milho.

Percevejo

Percevejos são fitófagos da família Hemipterae. Seu ciclo biológico leva em média 45 dias do ovo ao adulto. Tanto as ninfas quanto os adultos sugam a seiva das plantas.

É uma praga de hábito rasteiro e que abriga-se em palhadas e plantas daninhas rasteiras (Trapoeraba, Capim Colchão, Poaia, Capim Marmelada etc), movimentando-se apenas para se alimentar.

Os danos são lineares ou em reboleiras, conforme locais de abrigo. Os danos aparecem depois que a planta expande as folhas, de 3 a 7 dias após alimentação.

No Brasil, as duas principais espécies de percevejos são do gênero Dichelops e ocorrem em todas as épocas de semeadura.

Dichelops furcatus

Dichelops furcatus
é a mais comumente encontrada na
Região Sul do Brasil.

Dichelops furcatus



Dichelops Melacanthus,
tem maior predominância na
Região Centro-Oeste.

Benefícios

A solução de tratamento de sementes industrial aqui apresentada tem como objetivo:

  • Melhorar o arranque inicial.
  • Melhorar o aproveitamento de água e nutrientes.
  • Minimizar a exposição da semente e das plântulas aos fungos e insetos.

Esse processo de tratamento de sementes industrial envolve as seguintes etapas: preparo da calda, aplicação, mistura, ensaque e controle de qualidade.

Todo esse processo garante diversos benefícios aos agricultores comparado ao tratamento realizado na fazenda como:

Tabela de Benefícios

É muito importante reforçar os benefícios industriais com relação a qualidade da semente. A queda na taxa de germinação é esperada sempre que a semente é tratada quimicamente, mas poucos sabem que isso ocorre no exato momento do tratamento e, a intensidade da queda vai depender da condição fisiológica da semente nessa etapa. Quando a semente é tratada na fazenda, o agricultor corre o risco de utilizar sementes com baixa germinação e de arcar com a perda de produtividade. Por outro lado, as sementes tratadas pela Agroeste passam por rigorosos testes de qualidade que comprovam alto potencial de germinação.

Tratamento de Sementes Industrial

Tratamento de Sementes Industrial

Soluções Agroeste

O Tratamento de Sementes Industrial Agroeste é composto por três produtos principais: fungicida, inseticida e polímero.

Os fungicidas são utilizados para proteger as sementes e as plântulas de muitos patógenos de sementes ou de solo. O fungicida utilizado pela Agroeste é composto por Fludioxonil 2,5% mais Metalaxil-M 1% e tem registro para o controle de doenças como a podridão do colmo (tombamento) e a podridão de fusarium.
Este produto é o líder de mercado no tratamento de sementes industrial.

Os inseticidas servem para proteger as sementes e as plântulas de insetos que se encontram no solo, que ocorrem nas fases iniciais do desenvolvimento da cultura. Temos em nosso portfólio os dois melhores inseticidas para tratamento industrial para controle de sugadores:

Soluções Agroeste

O polímero é uma camada extra que promove o encapsulamento da semente. Ele tem a função de proteger as sementes das adversidades, fornecendo melhores condições para a germinação e a emergência. Os principais benefícios do uso de polímero são:

  • Melhor distribuição e a aderência no tratamento sem interferência na qualidade da semente;
  • Menor risco de exposição e contaminação do ambiente graças à redução de poeira;
  • Diminuição da perda de ingrediente ativo na manipulação e no transporte, proporcionando melhor controle das pragas alvo e maior fluidez, melhorando a plantabilidade.

Veja maiores detalhes e informações sobre os inseticidas utilizados em:

Poncho: http://www.bayercropscience.com.br
Cruiser: http://www.syngenta.com/country/br/pt/Pages/home.aspx

 
Agroeste 0800 490011